“Ganhou todas as competições mais importantes e assim acho que é tudo, está feito. Queria ganhar este título e depois poderia pensar na Bola de Ouro”.No golo de Cristiano Ronaldo, o primeiro ao País de Gales (2-0), o capitão da seleção portuguesa ‘subiu às nuvens’, num gesto técnico e de impulsão muito elogiado pela imprensa, para marcar aquele que foi o seu terceiro golo no Euro2016.

Foi um dos assuntos mais falados dos últimos dias e Payet não ficou indiferente ao que se dizia sobre o lance. O atleta fez questão de frisar que não tinha intenção de aleijar quando disputou o lance com Cristiano Ronaldo.

Foram muitos anos de sacrifício, ninguém acreditava em nós. Tivemos alguma sorte, mas é preciso. Não há campeões sem sorte. O país merece, o treinador merece, a estrutura. Sempre acreditou!